Conteudo

CADASTRE SEU EMAIL E RECEBA
NOSSAS ATUALIZAÇÕES:

ENVIAR

Casa de Vacinas GSK Glaxo Smith Kline
VOLTAR

Antes de Viajar

Selecionamos para você algumas dicas para estar atento antes de viajar. Caso tenha dúvidas sobre algum assunto não mencionado abaixo, converse com o seu agente de viagem e o seu médico.

- Pesquise informações atualizadas sobre a saúde do destino escolhido. Os sites da OMS (http://www.who.int) e sites de autoridades locais de saúde e turismo (que podem ser encontrados no link http://www.who.int/ith/links/national_links/en/index.html) possuem informações atualizadas sobre epidemias de doenças contagiosas, desastres naturais e outros avisos aos viajantes;1

- Reúna o máximo de informações sobre o seu destino, como os meios de transporte local, hospedagem, alimentação e possíveis atividades a serem realizadas durante a viagem;1

- Certifique-se de que você tem os vistos corretos para os países que você está visitando e que seu passaporte está válido. Alguns países exigem que o passaporte tenha no mínimo 6 meses de validade;2

- Tire fotocópias de seu passaporte e outros documentos importantes e mantenha-os separados dos originais;1

- Preencha no seu passaporte um número de contato de emergência;1

- Informe a um amigo ou parente o seu destino, local de hospedagem e duração da sua viagem, informando-o que dará o seu contato em casos de emergência;1

- Se você pretende dirigir, verifique se a sua licença é válida no destino. Confira as exigências dos países que vai visitar e certifique-se de que você está ciente das leis de condução do local;1

- Consulte seu médico para uma avaliação, de preferência com 4 a 8 semanas de antecedência, principalmente caso possua alguma doença pré existente ou necessite de  algum cuidado especial;1, 3

- Se precisar fazer uso de medicamentos sob prescrição médica, obtenha a receita e adquira os medicamentos na quantidade suficiente para toda a viagem. Mantenha-os nas embalagens originais, pois nem sempre é possível adquirir medicamentos em outros países, sem prescrição médica local ou ingressar em outros países com medicamentos na bagagem, sem as respectivas receitas médicas;3

- Pessoas com condições médicas pré-existentes, como diabetes ou alergias a picada de animais peçonhentos ou medicamentos, é recomendado fazer um cartão ou pulseira de alerta, contendo a sua condição médica específica, a sua cidadania, um contato de emergência e um contato médico de emergência;1

 - Fique atento ao volume individual dos recipientes, pois, segundo as normas de segurança aérea, somente é permitido levar na bagagem de mão:3

a) Medicamentos essenciais acompanhados de prescrição médica (a prescrição deverá possuir o nome do passageiro para ser confrontado com aquele que consta no cartão de embarque);3

b) Medicamentos que não necessitam de prescrição médica. (desde que não excedam 120ml ou 4oz);3

c) Insulina e líquidos especiais ou gel, para passageiros diabéticos, acompanhados de prescrição médica (desde que não excedam 148 ml ou 5oz); cosméticos sólidos (batons, protetor labial ou desodorante em bastão e etc).3

- Evite viajar caso apresente qualquer doença infecciosa aguda;3

- Solicitar ao médico durante a consulta a prescrição de um kit médico, adequado às suas necessidades individuais;1

- É recomendado a contratação de um seguro internacional de saúde particular que cubra todas atividades que serão realizadas durante a sua viagem, como passeios, esportes radicais, etc;1, 3

- Verifique se o destino possui algum acordo internacional recíproco com o Brasil, permitindo o atendimento de cidadãos brasileiros pelas redes públicas de saúde. Para saber mais sobre o Certificado de Direito a Assistência Médica, acesse http://sna.saude.gov.br/cdam/;3

- Verifique a localização e horários de funcionamento assim como os serviços oferecidos, pela embaixada brasileira mais próxima do seu destino;1

- Além do dinheiro em espécie, leve outras formas de pagamento, como cartões e cheques,  como prevenção em casos de furtos ou outras eventualidades.1

 

Vacinação1

Antes de viajar, é importante consultar o seu médico para aconselhamento personalizado sobre os riscos potenciais dos locais de destino e como reduzir o risco de problemas de saúde. Isso inclui orientações sobre o uso de vacinas recomendadas ou necessárias para a entrada em alguns países.

Por esta razão, os viajantes são aconselhados a consultar um médico de 4 a 8 semanas antes da partida, a fim de que haja tempo suficiente para se realizar um esquema de imunização adequado. No entanto, mesmo quando a partida é breve, ainda há tempo para buscar orientação sobre quais vacinas são fundamentais o uso antes da sua viagem. Viajar pode ser uma excelente oportunidade para verificar se você está em dia com a sua caderneta de vacinação.

Para acessar as referências bibliográficas desta seção, clique aqui.